Ausência de delegado em audiência pública motiva novo debate na Comissão de Direitos Humanos

foto2A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizou nesta quinta-feira, 9/05, audiência pública requerida pelo deputado Sargento Rodrigues para debater e ouvir os esclarecimentos do delegado de Polícia Civil, Geraldo do Amaral Toledo Neto, sobre a suposta tentativa de assassinato da adolescente, A.L.S,  17 anos, em 14/04.

Apesar da juíza de Direito da Comarca de Ouro Preto, Lúcia de Fátima Magalhães Albuquerque Silva, não ter autorizado o comparecimento do delegado na audiência, em ofício, alega que o “fato em apuração não se amolda à competência da Comissão de Direitos Humanos”. Foi enviada para a referida Comissão uma carta, escrita por Geraldo do Amaral Toledo Neto, onde o mesmo se diz inocente e fala de uma possível perseguição dentro da instituição.

Na carta, o delegado disse não existir qualquer motivo para desejar a morte de  “tão maravilhosa garota”, em outro trecho afirmou: “Volto a insistir que não havia qualquer motivo para desejar a morte de A.L.S, muito pelo contrário, eu era o seu melhor amigo, o seu padrinho, professor e a desejava um enorme futuro”.

O autor do requerimento, deputado Sargento Rodrigues, em  resposta ao posicionamento da juíza, enfatizou que por se tratar de um servidor público do Estado, a Assembleia tem plena condição de convocá-lo. “A Assembleia convoca a hora que bem entender qualquer servidor do Estado, inclusive, Secretário de Estado. Se nós temos competência para convocar o Secretário de Estado não será o delegado que a Assembleia não poderá convocar”.

Durante a audiência também foram ouvidos o Corregedor-Geral da Polícia Civil, Renato Patrício Teixeira e a delegada adida da Polícia Civil que investiga o caso, Agueda Bueno do Nascimento.

Na oportunidade, Renato Patrício informou que o delegado Geraldo do Amaral Toledo Neto é investigado em dez inquéritos policiais, nove sindicâncias e ainda dois processos administrativos.

Por sua vez, Agueda Bueno relatou que há várias contradições entre os depoimentos do delegado e as investigações da Polícia Civil, afirmando também que o mesmo tentou dificultar os trabalhos realizados.

Conforme relatou a delegada que investiga o caso, a arma do crime não foi encontrada. Geraldo do Amaral Toledo Neto teria tentado limpar a mancha de sangue no carro com uma camisa,  e ainda, abandonando o veículo na casa de um amigo.

A adolescente, deixada pelo delegado na Unidade de Pronto Atendimento de Ouro Preto, sem nenhuma identificação, foi transferida, segundo Agueda Bueno, para o Hospital João XXIII como indigente.

Agueda afirmou que as investigações ainda não estão concluídas, mas a versão apresentada pelo delegado possui muitas divergências.  O resultado do exame residuográfico, por exemplo, descarta a hipótese de tentativa de suicídio, uma vez que não foram encontrados vestígios de pólvora nas mãos da adolescente. Fotos tiradas pelo médico que atendeu a adolescente no Hospital João XXIII, Doutor Bruno Freire de Castro, possibilitaram a identificação pelo médico legista, que o ferimento foi causado por um disparo à distancia, mais uma constatação que vai contra a informação do delegado de tentativa de suicídio.

O deputado Sargento Rodrigues afirma que os indícios constantes nos autos do processo  são muito fortes e demonstrou  total apoio da Comissão para que o caso não fique impune. “A Assembleia vai tornar todas as acusações públicas para que se tenha certeza que a lei será cumprida. O delegado vai responder nas formas da lei e se for o caso, exonerado da Polícia Civil”.

Ao fim da reunião, Rodrigues elogiou a postura da Corregedoria Geral da Polícia Civil quanto às investigações envolvendo policiais da instituição que, exemplarmente, vem aplicando as devidas punições quando da confirmação  de envolvimento de seus servidores em casos como o discutido pela Comissão. Criticou, ainda, a Corregedoria da Polícia Militar que demonstra atitude contrária. “A Corregedoria da Polícia Militar está falida moralmente pelo seu corregedor que não tem coragem de cortar a própria carne”, disse.

Requerimentos aprovados...

A Comissão de Direitos Humanos aprovou requerimento solicitando o envio de ofício ao corregedor-geral de Justiça de Minas Gerais, para que seja cumprida a requisição pela convocação do delegado, com base em vários artigos da Constituição da República e do Estado. A audiência foi agendada para o dia 27/05.

Outro requerimento aprovado na Comissão pede que seja apurada, pela Corregedoria-Geral de Justiça, a conduta da juíza Lúcia de Fátima nesse episódio.

Também foram aprovados pela Comissão pedidos de manifestação de aplausos pela atuação exemplar do Doutor Bruno de Freire de Castro, que preservou provas importantes na investigação da Polícia Civil, bem como a atuação da delegada Thais Degani Dumont Coelho, no atendimento da adolescente, vítima de agressões do delegado Geraldo do Amaral Toledo Neto.

O último requerimento aprovado, de autoria do deputado Sargento Rodrigues, requer que seja encaminhado ofício ao Corregedor-Geral de Polícia Civil de Minas Gerais solicitando cópia de todos os procedimentos administrativos instaurados contra o referido delegado.

 

 

delegada-agueda-bueno-corregedor-geral-renato-patricio
Delegada adida da Polícia Civil Agueda Bueno do Nascimento e o Corregedor-geral da Polícia Civil Renato Patrício Teixeira.

 

 

Deputado Sargento Rodrigues discute problemas do plantão regionalizado com o Secretário de Defesa Social

agenda-sec-defesa-social1O deputado Sargento Rodrigues esteve nesta segunda-feira, 6/05, em reunião da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), com o Secretário de Defesa Social, Rômulo Ferraz, o Chefe da Policia Civil, Cylton Brandão da Mata, e o Comandante Geral da Polícia Militar Coronel Márcio Martins SantAna para discutir os problemas do plantão regionalizado da Polícia Civil no Estado de Minas Gerais.

A reunião, requerida no último dia 30/04, pelo deputado Sargento Rodrigues também contou com a presença dos parlamentares João Leite (PSDB) e Lafayette de Andrada (PSDB).

Durante o encontro, Rodrigues demonstrou grande preocupação com os últimos desdobramentos relacionados aos plantões regionalizados da Polícia Civil, destacando a sobrecarga de trabalho dos policiais militares quando do deslocamento de suas cidades com presos, vítimas e testemunhas até à delegacia de plantão, para o encerramento da ocorrência. “O desgaste físico e psicológico dos policiais aumenta os riscos de acidente. Também temos os problemas relacionados à segurança da sociedade. Os municípios com 5,10,15,20 e até 30 mil habitantes estão ficando sem patrulhamento quando os policiais estão empenhados em outra ocorrência”, afirmou o deputado.

Após as considerações do deputado Sargento Rodrigues e de ser ouvido o Secretário de de Defesa Social, o chefe da Polícia Civil, o Comandante Geral da Polícia Militar, bem como os deputados João Leite e Lafayette de Andrada, ficou acertado que em até 30 dias, no máximo, serão implantados novos plantões em 30 cidades do Estado visando minimizar os referidos problemas.

Segundo o Secretário de Defesa Social, Rômulo Ferraz, outras medidas serão tomadas para solucionar o problema, porém demandarão um prazo maior para serem efetivadas.

Rodrigues enfatizou ao Secretário e ao Chefe da Polícia Civil que o Governador Antonio Anastasia, precisa resolver, urgentemente, a defasagem do efetivo na polícia civil. “O número insuficiente de policiais na instituição está causando um grande problema estrutural para a segurança pública de Minas Gerais”. Para o parlamentar, o Governador não tem outra saída que não seja a realização de concurso. “A não solução desse dilema irá aumentar potencialmente os problemas da Segurança Pública”, concluiu.

 

Leia o requerimento que motivou a reunião:

 

Plantão Regionalizado 1

Plantão Regionalizado 2

Plantão Regionalizado 3

Deputado Sargento Rodrigues inaugura nova sede do Lar São Vicente de Paulo em Ilicínea

ilicinea7O deputado Sargento Rodrigues participou neste domingo, 5/05, da inauguração da nova sede do Lar São Vicente de Paulo, a famosa Vila Vicentina de Ilicínea, localizada na Rua São Vicente, 02, Centro.

Em 2011, o deputado Sargento Rodrigues, atendendo ao pedido do ex-vice-prefeito Adilson Pires, destinou Emenda Parlamentar no valor de R$ 100 mil para a construção da nova sede.

A nova unidade, cuja área total de 600 m², comporta 32 pessoas e atualmente abriga 26 idosos, com 16 leitos, 11 banheiros, refeitório, recepção, escritório, sala de enfermagem, cozinha, rouparia, lavanderia e garagem para dois carros.

O presidente, a administradora da unidade e o ex-vice-prefeito, respectivamente, Eldiney Ferreira de Sousa, Cristina de Freitas Oliveira Sousa e Adilson Pires agradeceram a Emenda Parlamentar que o deputado Sargento Rodrigues destinou aos moradores da Vila Vicentina. Segundo eles, o apoio do parlamentar foi fundamental para o início das obras.

Cristina de Freitas explica que a antiga unidade, localizada ao lado da nova sede, não possuía a estrutura adequada para abrigar os idosos, colocando em risco a integridade  física dos mesmos.

Rodrigues cumprimentou a todos os presentes e afirmou ser uma grande alegria contribuir com um trabalho tão bonito como o realizado na comunidade de Ilicínea que, segundo o parlamentar, garante um tratamento digno aos idosos.

O deputado também falou sobre a importância de exercer o mandato com seriedade, empregando o dinheiro público corretamente e visando atender às  necessidades da sociedade.

Ao fim, Rodrigues reafirmou a destinação de mais R$100 mil para a construção da área de lazer dos idosos do Lar São Vicente de Paulo.

Desde 2005, através de Emendas Parlamentares, o deputado Sargento Rodrigues vem contribuindo para a melhoria do município. Já foram realizados investimentos na área da saúde, educação, cultura e lazer.

Veja no quadro abaixo as Emendas e doações destinadas ao município:

 

tabela-ilicinea1

 

 

abertura.ilicineaDeputado Sargento Rodrigues inaugura nova sede da Vila Vicentina Ilicínea 

 

ilicinea5
Inauguração da nova sede da Vila Vicentina Ilicínea

 

ilicinea4

Da direita para esquerda: Mestre de Obras, Paulo Martins de Oliveira, deputado Sargento Rodrigues, administradora Sociedade São Vicente de Paulo (SSVP), Cristina de Freitas, presidente SSPV, Eldiney Ferreira, ajudante do mestre de obras. 

 

ilicinea9
Antiga sede da Vila Vicentina Ilicínea

 

nova-sede
Nova sede Vila Vicentina Ilicínea

 

 

Deputado Sargento Rodrigues fala sobre Direitos Humanos aos alunos do Chromos

palestra2O deputado Sargento Rodrigues visitou na manhã desta sexta-feira, 03/05, os alunos do primeiro, segundo e terceiro anos do Ensino Médio do Colégio Chromos, unidade Pampulha .

Na oportunidade, Rodrigues ministrou palestra, por cerca de duas horas, sobre o tema “Direitos Humanos”.

O deputado fez um retrospecto histórico do surgimento das Constituições no mundo e no Brasil e destacou a Carta Magna, de 1.215, na Inglaterra, passando, posteriormente, pelas Revoluções Americana, 1.776 e Francesa, 1.789.

Durante esse período de revoluções e forte mobilização social, tiveram início as primeiras noções de defesa dos Direitos Humanos, até chegar à Declaração Universal dos Direitos Humanos,1.948, em decisão da Assembleia Geral das Nações Unidas.
Rodrigues destacou, ainda, a forte influência da Declaração Universal dos Direitos Humanos nos direitos e garantias fundamentais previstos no Artigo 5º da Constituição da República Federativa do Brasil, de 1988.

Os alunos tiveram a oportunidade de conhecer e entender os direitos e garantias fundamentais assegurados na Constituição de 1988, discutindo e esclarecendo dúvidas acerca da aplicabilidade desses direitos no dia a dia. Ouviram atentamente a palestra e também direcionaram várias perguntas que foram prontamente respondidas pelo deputado.

No final do encontro, o deputado Sargento Rodrigues agradeceu aos alunos e professores presentes, colocando-se à disposição para novos eventos, inclusive, para discutir questões relacionadas à segurança pública.

Polícia Militar divulga nota de esclarecimento e gabarito oficial do concurso público para o CFSD 2014

logo-pmmgA Diretoria de Recursos Humanos e o Centro de Recrutamento e Seleção da Polícia Militar de Minas Gerais divulgou na noite desta quinta-feira, 02/05, nota de esclarecimento a respeito do concurso público para o Curso de Formação de Soldados (CFSD/2014), realizado no último domingo, 28/04.

 

Veja abaixo a íntegra da "Nota de Esclarecimento", bem como o gabarito oficial da prova:

 

Nota esclarecimento PMMG

 

Deputado Sargento Rodrigues protocola pedido de instauração da CPI da telefonia em Minas Gerais

23.04 Reunião Especial em Homenagem aos 80 anos da OABO deputado Sargento Rodrigues protocolizou na tarde desta quinta-feira, 02/05, requerimento para a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), visando   investigar  os serviços prestados pelas  Empresas de Telecomunicações no Estado de Minas Gerais.

De acordo com o parlamentar, a instalação da CPI da Telefonia justifica-se pela péssima qualidade dos serviços prestados ao consumidor através das Empresas de Telecomunicações, bem como as inúmeras irregularidades na prestação do serviço e nos valores cobrados pelas mesmas, causando, segundo Rodrigues, grande prejuízo a todos os consumidores do Estado.

Sargento Rodrigues lembra, ainda, que o problema recorrente e muito questionado pelos consumidores de todo o país, levou a ANATEL, no ano passado, face ao alto número de reclamações, suspender a venda de chips de várias empresas em 19 Estados brasileiros. À época, Minas Gerais estava entre os Estados com o maior número de reclamações, acompanhado por Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco e Goiás.

O documento para a instalação da CPI da telefonia na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) reuniu a assinatura de 43 parlamentares.

 

Deputado Sargento Rodrigues cobra medidas que solucionem os problemas do plantão regionalizado da Polícia Civil

30.04.2A Comissão de Segurança Pública, da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou nesta terça-feira, 30/04, requerimento de autoria do deputado Sargento Rodrigues para a realização de reunião, em caráter de urgência, entre os membros da Comissão, o Secretário de Defesa Social, Rômulo Ferraz, o Chefe da Policia Civil, Cylton Brandão da Mata e o Superintendente Geral da Policia Civil, Jeferson Botelho, visando discutir os graves problemas de Segurança Pública em face dos plantões regionalizados da Polícia Civil de Minas Gerais.

De acordo com o deputado Sargento Rodrigues, os plantões regionalizados têm causado diversos problemas aos policiais militares e à população. "Além de desguarnecer a segurança local, os policiais militares são submetidos a um grande desgaste físico e psicológico,  devido à distância que os mesmos são obrigados a percorrer para lavrar a ocorrência", disse.

Rodrigues ressaltou, durante a reunião da Comissão, o acidente ocorrido na madrugada do último domingo, 28, na MG-329, na altura do KM 113, em Ponte Nova, na Zona da Mata, entre uma van e um Fiat Uno, emprestado pela prefeitura à PM da cidade. A batida deixou 16 feridos e causou a morte de cinco pessoas, dentre elas, dois policiais militares.

Os policiais militares, que após prenderem o autor de um furto na cidade de Raul Soares, se deslocavam até o munícipio de Ponte Nova para entregar ocorrência no plantão regionalizado, quando se envolveram em um grave acidente.

As vítimas do acidente foram o Soldado José Paulo Rodrigues, Cabo José Ferreira Pena e  Aluízio Davino, Eduardo Junior Silva Davino, Marciel de Oliveira Pergentino, respectivamente, nesta ordem, vítima do furto, testemunha e autor do delito.

O deputado lembrou, ainda, que esta não é a primeira vez que policiais militares morrem no deslocamento de uma cidade a outra, em direção ao plantão regionalizado. " É o terceiro caso de policiais militares mortos em decorrência de deslocamentos de viaturas para encerrar ocorrências policiais nos plantões regionalizados da PCMG. O primeiro caso que se tem notícia ocorreu no ano de 2011 e vítimou o Soldado de Primeira Classe Alessandro Dias Rosa, à época com 33 anos", afirmou.

Além das dificuldades para o encerramento do Boletim de Ocorrência, Rodrigues relatou que em muitos casos, as viaturas não possuem condições mecânicas para deslocarem  80, 100, 200 km, até à delegacia do plantão.


Sargento Rodrigues também aprovou na Comissão de Segurança Pública, requerimento para a visita da Comissão ao Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar e na Secretaria de Planejamento e Gestão (SEPLAG), para que seja discutida o aumento do efetivo da corporação.

De acordo com o deputado, o efetivo militar previsto pelo Governo seria de 7.999 para o Estado, mas atualmente, o Corpo de Bombeiros conta apenas com 5.500 servidores. Destaca, também, as inúmeras solicitações que tem recebido juntamente com a Comissão para a implantação de unidades em diversos municipios de Minas Gerais.

Ao todo foram aprovados cinco requerimentos do deputado Sargento Rodrigues.

Consulte abaixo a íntegra dos requerimentos:

Requerimento plantão regionalizado 1

Requerimento plantão regionalizado 2

Requerimento plantão regionalizado 3

Requerimento efetivo Corpo de Bombeiros Militar

Requerimento Passa Quatro

Requerimento manifestação aplauso

Requerimento Policia Civil 1

Requerimento Policia Civil 2

 

Promoção por tempo de serviço: saiu a relação dos Soldados a serem promovidos à graduação de Cabo PM


FOTOPMO Comandante-Geral da Polícia Militar de Minas Gerais, Coronel Márcio Martins Sant’Ana, divulgou nesta segunda-feira, 29/04, o ato de promoção à graduação de Cabo, por tempo de serviço, os Soldados incluídos na PMMG no período de 01 a 30/04/2004.

A promoção de Soldado para Cabo e de Cabo a Sargento é uma conquista alcançada para a classe através da Lei Complementar 125, de dezembro de 2012, que o deputado Sargento Rodrigues acompanhou e participou ativamente junto ao Comando da PMMG e ao Governo do Estado.

Para o ano vigente (2013) e 2014, o tempo de efetivo serviço necessário para a promoção de soldado a cabo, será de nove anos. A partir de janeiro de 2015 cairá para oito anos.

O mesmo ocorre na convocação de Cabo para fazer o curso de Sargento. Em 2013 e 2014, serão necessários nove anos na graduação de Cabo, porém, a partir de janeiro de 2015, o tempo exigido para a promoção, também será de oito anos na graduação de Cabo.

Ao todo, são 1272 Soldados promovidos.

Os efeitos da promoção retroagem às respectivas datas informadas no ato disponível abaixo, que será publicado no próximo Boletim Geral da Polícia Militar (BGPM).

 

Ato de promoção 1

Ato de promoção 2

 

Foto: Divulagação internet

 

Deputado Sargento Rodrigues visita cidades da Região Central e Zona da Mata Mineira para prestação de contas dos mandatos

carangola-todosO deputado Sargento Rodrigues passou mais um fim de semana viajando para prestar contas dos mandatos aos eleitores das Regiões Central e Zona da Mata Mineira. Desta vez, o deputado visitou as cidades de São Gonçalo do Rio Abaixo, Rio Piracicaba, São José do Goiabal, Abre Campo, Matipó, Manhuaçu, Carangola e Viçosa.

Durante os encontros, o deputado Sargento Rodrigues agradeceu os votos recebidos na Região, reafirmou o compromisso de continuar trabalhando com seriedade, transparência, respeitando a coisa pública e pontuou os feitos desses 14 anos de mandatos. Ao todo, são 35 leis aprovadas, sendo que grande parte delas trouxeram benefícios diretos para os servidores da área de segurança pública de Minas Gerais.

Destaque para as negociações salariais que o deputado teve participação ativa junto ao Governo de Minas. Após muito empenho, Sargento Rodrigues assegurou 101% de aumento, em quatro anos. O melhor já alcançado em toda a história da segurança pública do Estado. Para o parlamentar, a classe atingiu um patamar digno com essa negociação.

Sargento Rodrigues ressaltou a conquista da aposentadoria para as policiais tanto bombeiros quanto militares aos 25 anos de efetivo serviço, pensão integral das pensionistas, bem como a promoção de soldado para cabo e cabo para sargento aos oito anos na graduação. “Já são mais de 25 mil policiais e bombeiros beneficiados” disse.

O deputado falou, ainda, sobre a importância do código de ética para a classe, que aboliu o Regulamento Disciplinar da Polícia Militar.

Ao término das reuniões o deputado agradeceu a presença e a atenção de todos, destacando a importância dos eleitores nesses encontros. Segundo ele, esta é a forma mais legítima de exercer o mandato, momento em que pode esclarecer dúvidas, ouvir sugestões, críticas e  acompanhar de perto as necessidades dos policiais e bombeiros em cada cidade visitada.


Reunião em Manhuaçu


reuniao-manhuacuDepois de visitar os companheiros de cinco cidades na sexta-feira, 26/04, o deputado realizou a última reunião do dia na Câmara Municipal de Manhuaçu.

Esta que durou pouco mais de duas horas contou com a presença do prefeito de Manhuaçu, Nailton Cotrim Heringer, dos Secretários: de Agricultura, Indústria, Comércio e Turismo, Eduardo Cotrim Heringer; de Administração, João Batista Hott, do Serviço Autônomo Municipal de Limpeza Urbana (SAMAL), Wellen Lima de Mendonça, do 2º Sargento Anízio Gonçalves de Souza, vereador mais conhecido como Cabo Anízio, do Sargento Jobert, o vereador Gilsinho e cerca de 40 eleitores, que ouviram atentamente o balanço dos mandatos do deputado Sargento Rodrigues.

Na ocasião, Rodrigues recebeu do prefeito, Nailton Cotrim Heringer, o livro “A República do Silêncio”, escrito pelo Professor Flávio Mateus dos Santos. A obra conta toda a história da República de Manhuaçu, proclamada independente em maio de 1896 por Serafim Tibúrcio da Costa.

 

deputado-prefeitomanhuacuDeputado Sargento Rodrigues recebe do Prefeito de Manhuaçu, Nailton Cotrim Heringer, o livro "A República do Silêncio".

 


Agradecimentos e reclamações...


Na cidade de Carangola, os servidores do judiciário, Ivo Luiz de Souza Duarte e Chrystian Lima dos Santos agradeceram todo o apoio e empenho do deputado nas negociações salariais entre os servidores e o Tribunal de Justiça do Estado.

Os servidores também parabenizaram a atuação do deputado na aprovação do  requerimento, na Comissão de Direitos Humanos da ALMG, para a realização de audiência pública, visando discutir a violação de Direitos Humanos, supostamente cometidos pelo Juiz da Comarca de Espera Feliz.

O deputado Sargento Rodrigues ouviu as reclamações dos policiais militares de Carangola, que afirmaram a necessidade de se deslocarem cerca de 80 km até Muriaé para encerrar ocorrência no plantão regionalizado. De acordo com os relatos, a cidade não tem um delegado de polícia civil e o presídio existente não recebe mais presos por estar interditado.

Em resposta às reclamações, Rodrigues afirmou que vai apresentar requerimento na Comissão de Segurança Pública, objetivando realização de audiência pública no município, com o intuito de discutir os problemas do presídio e do plantão regionalizado.

Já em Viçosa, os companheiros e companheiras presentes na reunião, no plenário da Câmara Municipal de Viçosa, reclamaram da falta de médicos especialistas conveniados ao Instituto de Previdência dos Servidores Militares do Estado de Minas Gerais (IPSM). Segundo eles, na cidade faltam especialistas nas áreas de psicologia, psiquiatria, ginecologia, neurologia e urologia.

O deputado Sargento Rodrigues ouviu as reclamações e afirmou que irá tomar as devidas providências.

 

abre-campo
Deputado Sargento Rodrigues visita os companheiros e companheira do pelotão da Polícia Militar de Abre Campo.

 

sao-goncalo-rio-abaixo
Deputado Sargento Rodrigues visita os companheiros do pelotão da Polícia Militar de São Gonçalo do Rio Abaixo.

rio-piracicaba
Deputado Sargento Rodrigues visita os companheiros e companheira do pelotão da Polícia Militar de Rio Piracicaba.

 

sao-jose-do-goaiabal
Deputado Sargento Rodrigues visita os companheiros do destacamento da Polícia Militar de São José do Goiabal.

 

matipo
Deputado Sargento Rodrigues visita os companheiros e companheira do pelotão da Polícia Militar de Matipó.

 

reuniao-vicosa-todos
Reunião de prestação de contas dos mandatos na Câmara Municipal de Viçosa.

 

Deputado Sargento Rodrigues participa de solenidade na Cidade Administrativa

olhovivo3O deputado Sargento Rodrigues participou nesta quinta-feira, 25/04, da solenidade de assinatura do Termo de Cooperação Técnica com prefeitos dos municípios mineiros que receberão câmeras de videomonitoramento da Polícia Militar de Minas Gerais.

A presença do deputado na solenidade foi solicitada  pelo prefeito do município de Passos, Ataíde Vilela (PSDB) que estava acompanhado do ex-vereador, Jefferson Rodrigues (PTB), também conhecido como Jefinho.

O deputado Sargento Rodrigues lembrou durante a solenidade que em 2011 a Comissão de Segurança Pública realizou audiência pública em Passos, para discutir e buscar medidas que possibilitassem diminuir os índices de criminalidade na cidade.

Durante o evento, foi anunciado o investimento na área de segurança pública de cerca de 504 câmeras do olho vivo, destinadas a 18 municípios.

As cidades que receberão essas câmeras são Contagem, Juiz de Fora, Ribeirão das Neves, Betim, Divinópolis, Patos de Minas, Teófilo Otoni, Janaúba, Passos, Paracatu, Unaí, Nova Lima, Ituiutaba, Araguari, Pouso Alegre, Uberaba, Uberlândia e Montes Claros.

 

olhovivo5

 

olhovivo4

Ações Sargento Rodrigues

GABINETE

Rua Rodrigues Caldas, 79 | Edifício Tiradentes
5º andar | Sala 2 | Bairro Santo Agostinho
Belo Horizonte/MG | CEP: 30190-921
Tel: 31 2108-5200 | Fax: 31 2108-5201

Será um prazer receber sua mensagem e agradecemos a sua participação. Aproveite e cadastre-se para receber em seu e-mail as últimas notícias sobre o mandato do deputado Sargento Rodrigues.