Dois suspeitos de tráfico de drogas morrem durante troca de tiros com a PM em Betim

Dois homens morreram, na noite desta segunda-feira (13), durante uma troca de tiros com a Polícia Militar (PM), em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A dupla era suspeita de fazer parte de uma gangue de traficantes de drogas.

Os moradores do bairro Jardim das Alterosas – 2ª Seção estariam vivendo "reféns" da região por causa do tráfico de drogas. “Houve relatos de transeuntes que eram abordados, que tinham que pôr a mão na cabeça, sofreram busca pessoal. Quem estava de moto tinha que tirar o capacete e quem estava de carro tinha que acender a luz interna e apagar os faróis”, contou tenente Vanildo Ferreira.

Na noite desta terça-feira, os policiais estiveram no bairro em busca dos criminosos e foram recebidos com tiros. “À Polícia Militar não restou alternativa, a não ser revidar a ação desses bandidos, e efetuou disparos também”, completou o policial.

Wellington Eustáquio Andrade Júnior, de 23 anos, foi morto no confronto. Ele já tinha sido preso por tráfico de drogas, roubo e lesão corporal e estava com este revólver calibre 32. Outro homem, que ainda não foi identificado, também morreu. Com ele, os militares encontraram uma arma calibre 38.

“Assim que eles foram alvejados e a polícia pôde aproximar deles, perceberam que eles estavam ainda com vida. Foi providenciado o socorro imediato até o Hospital Regional de Betim, onde eles não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito”, disse Ferreira.

A polícia também apreendeu pinos e papelotes de droga, que teriam sido deixados pelos homens no local. Os outros suspeitos conseguiram fugir.

“A partir desse momento aí, foi intensificado o policiamento no local, para coibir que mais pessoas da gangue voltem a delinquir no local ou outras pessoas ocupem ele”.

Até a publicação desta reportagem, os homens que fugiram não haviam sido localizados.

Por Bom Dia Minas, Belo Horizonte

NOTÍCIAS IMPORTANTES