Fernando Pimentel, do PT, debocha dos cidadãos mineiros ao falar que assumirá o comando sobre pagamentos do Estado

Sem títuloDurante a reunião de plenário, na tarde desta quarta-feira, 29/11/2017, o deputado Sargento Rodrigues criticou o Governador do Estado, Fernando Pimentel, do PT, devido a uma matéria publicada no jornal O Tempo na data de hoje, a qual afirma que “Pimentel assume comando sobre pagamentos do Estado”.

“É até brincadeira você ler uma manchete dessa. Esse moço estava onde então? Em Cuba? No Porto de Mariel? Porque a segunda parcela dos salários dos servidores foi paga com cinco dias de atraso. Uma vergonha! Um Estado completamente desorganizado, com secretários irresponsáveis no trato da coisa pública. Um Governo sem gestão. Isso é molecagem! Isso é zombar do cidadão mineiro”, afirmou o deputado Sargento Rodrigues.

Veja o vídeo aqui.

REUNIÃO ESPECIAL - COMEMORAÇÃO 30 ANOS IDEC

24231793 1744261045646993 1671157838600772825 n


Bancos começam a retirar os nomes dos militares do SPC/SERASA

24131452 1744015519004879 7991885640151145390 nApós muitas cobranças do deputado Sargento Rodrigues através da tribuna da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), como também durante a audiência pública na Comissão de Segurança Pública, com apoio e pressão das entidades de classe que compareceram à reunião e de postagens nas redes sociais, começaram a surtir os primeiros efeitos. Apenas a Caixa Econômica Federal (CEF) começou a retirar os nomes dos policiais e bombeiros militares do SPC/SERASA.

Segundo comunicado do Diretor de Finanças da PMMG, Coronel Paulo de Vasconcelos Júnior, os repasses foram feitos à Caixa Econômica Federal pelo Governo do Estado neste mês e a Polícia Militar foi informada pela CEF de que todos os servidores do Estado de Minas Gerais foram excluídos do banco de dados da Serasa Experian. Também ficou esclarecido que eventuais problemas decorrentes desta questão serão tratados diretamente pela instituição bancária. Este comunicado refere-se apenas a Caixa Econômica Federal.

Leia o comunicado aqui.


Deputado Sargento Rodrigues aprova requerimentos de pedidos de providência de viaturas, coletes, aumento de efetivo, instalação de delegacias e repasse ao IPSM para municípios do interior de Minas em Comissão de Segurança Pública

23915676 1743179269088504 405012087570743260 nForam aprovados na Comissão de Segurança Pública na tarde desta terça-feira, 28/11/2017, 24 requerimentos de autoria do deputado Sargento Rodrigues.

Em relação à disponibilização de viaturas, coletes à provas de bala e aumento de efetivo, foram aprovadas proposições para que sejam encaminhados à Governadoria do Estado e à PMMG, pedidos de providência aos distritos de Estrela da Barra e São Sebastião do Pontal, ambos do município de Comercinho, ao distrito Honorópolis, de Campina Verde e aos municípios de São Francisco Sales, Itapagipe, Pirajuba, Campo Florido, União de Minas, Aparecida de Minas, Comendador Gomes, Fronteira, Campina Verde, Carneirinho e Veríssimo.

Foram aprovados requerimentos para que sejam encaminhados à Governadoria do Estado e à Polícia Civil de Minas Gerais – PCMG, pedidos de providências de instalação de delegacias, para os municípios de Campina Verde, Campo Florido, Pirajuba e Carneirinho, considerando os longos deslocamentos até as cidades em que as ocorrências policiais são encerradas e pedido de providências para impedir que interferências políticas resultem na remoção do Delegado Regional de Frutal, Dr. César Felipe Colombar, uma vez que ele vem exercendo suas funções com excelência na região, mesmo diante das adversidades decorrentes da falta de efetivo, viaturas e equipamentos individuais de segurança.

24176870 1743179272421837 1752915056487819635 nOutros requerimentos aprovados solicitam que sejam encaminhados ao Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais as notas taquigráficas da 17ª Reunião Extraordinária e pedido de providências para o cumprimento dos repasses das obrigações patronais referentes às contribuições previdenciárias, bem como que sejam encaminhados ao Comandante-Geral da PM, as mesmas notas taquigráficas e pedido de providências para que sejam adotadas medidas efetivas para o cumprimento das obrigações patronais, considerando que de 2015 até o presente momento, o Governador do Estado desviou criminosamente cerca de 600 milhões das obrigações patronais e também dos descontos do contra cheque dos servidores, deixando de repassar ao IPSM, e causando enorme prejuízo no atendimento médico e odontológico de policiais militares, bombeiros e seus familiares.


COMUNICADO PM

Clique aqui e leia o comunicado. 


NOTÍCIAS IMPORTANTES