SAÚDE DE POLICIAIS MILITARES, BOMBEIROS E FAMILIARES ESTÁ PREJUDICADA DEVIDO AO CALOTE DO GOVERNO DO PT

Primeira coisa que o Governador fez, quando assumiu governo, ele e todos os líderes do PT e do PMDB dessa Casa, sempre repetem a mentira mil vezes até virar verdade dizendo que pegaram o Estado com essa dívida de 7 bilhões. Mentira! Mentira! E eu afirmo que é mentira! Por que é mentira deslavada? Porque se tivesse devendo, não tinha criado seis secretarias, não tinha inchado a máquina pública de cargos comissionados. Todos nós sabemos disso. Todos nós sabíamos como está a Cemig. O andar da Cemig vai cair de tantos companheiros do PT, com cargos de 5 mil, 10 mil e 20 mil. Vieram de onde? De Brasília quando a Dilma foi cassada; de Tarso Genro quando perdeu a eleição do Rio Grande do Sul; do Haddad em São Paulo quando perdeu. Todos vieram parar aqui na Cidade Administrativa.

A saúde está o caos. Para a educação, o governo não repassa o dinheiro do transporte e merenda escolar para crianças pobres. Não repassa o ICMS para os municípios. Está dando calote! Mas não faltam os 100 milhões para propaganda oficial. Não faltam cargos comissionados aos milhares para abrigar os companheiros do PT. Isso não falta. Agora, não está repassando dinheiro para as clínicas conveniadas, para os médicos, para os dentistas da rede credenciada do IPSM (Instituto de Previdência dos Servidores Militares).

Existe uma dupla de coronéis da PM que são os “bambambam”: Helbert Figueiró de Lourdes, Comandante Geral da PM, e um tal de André Leão, que criou um título de subcomandante geral, “pomposo”. Onde estão os dois coronéis? Onde está o Comandante Geral e o Chefe do Estado-Maior? Por que não cobram do governador? Vai esperar a tropa morrer a míngua sem médico? Sem dentista? Sem consulta? Vai esperar para apertar o governador? Vai continuar na cadeira com ar-condicionado? Com um cafezinho?

O senhor André Leão indo para o Texas gastou 13 mil reais de diárias, enquanto isso a tropa sofrendo com colete vencido, munição vencida, armamento obsoleto, viaturas em péssimo estado e agora sem a retaguarda da saúde. Quem disse isso foi o Diretor-Geral do IPSM, o Coronel PM Cassavari.
O Governo não repassa os recursos, enquanto o Coronel Herbert Figueiró de Lourdes e esse André Leão só no ar-condicionado, numa boa, R$40.000 de salário, porque recebem abono permanência, e a tropa sofrendo aos extremos sob o comando do governo do PT.

É um absurdo! É uma vergonha que os Chefes de Polícia, Comandante Geral da PM e o Chefe do Estado-Maior, estejam de braços cruzados, atrás do ar-condicionado. Se acharam que eu cruzaria os braços e não cobraria dos senhores, estão enganados. Primeiro, é dever do Comandante Geral da PM e do Chefe do Estado-Maior apertar esse governo e exigir o repasse do dinheiro.

Leia o comunicado do IPSM aqui.

Veja o vídeo aqui.

 

Irregularidades na carga horária e condições insalubres de trabalho de policias militares são denunciadas em audiência pública

22089790 1671821396224292 4120427860843678364 nNa manhã de hoje, 3/10/2017, foi realizada audiência pública, na Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, para debater a violação da Lei Complementar nº 127, de 2013, que fixa a carga horária semanal de trabalho dos militares estaduais, e possível prática de crime militar previsto no artigo 213, por parte do Coronel Comandante da 1ª RPM e da 127ª CIA do 2º Batalhão da PM, após denúncias de policiais que estão sendo obrigados a trabalhar em escalas desumanas, com jornadas de até 17 horas consecutivas sem o devido descanso, o que afeta diretamente a política de segurança pública no estado de Minas Gerais.

No início da audiência, o deputado Sargento Rodrigues, afirmou, que na 6ª CIA da PM, por exemplo, o comandante Major Renato Salgado criou uma carga horária mensal irregular levando em conta meses de 28, 29 e 30 dias, ignorando a obrigatoriedade das 40 horas semanais, e prejudicando decisivamente os policiais militares sob o seu comando. “Também existem denúncias em outras unidades da Polícia Militar que compõem a 1ª RPM. São denúncias graves de violação de uma Lei”, ressaltou o parlamentar.

De acordo com o Soldado Martins, lotado na 6ª CIA, 12% de toda criminalidade do Estado está concentrada na área da 6ª CIA, localizada no centro de BH. Martins reclamou da escala de trabalho e afirmou que a lei deve ser respeitada. Segundo ele, muitas vezes ocorre escalas por quatro dias consecutivos, das 22h às 7h, o que atrapalha a convivência com sua família. “Não posso sair com minha família aos finais de semana porque não posso deixar um companheiro morrer na hora de salvá-lo”, disse.

22154735 1671821399557625 6223670748939083305 nOutro ponto alertado pelo militar é a questão dos ratos que estão no local. Para ele, no período de 22h às 7h, que eles chamam de “curiango”, quem quiser tirar fotos com ratos é só comparecer ao local. “Rato lá é mato. Existem ratos e ratazanas, mas o cúmulo do absurdo é ter que ouvir que vão colocar gatos lá para combater. Nem água podemos beber lá porque os ratos tomam água no bebedouro”, afirmou. Além disso, o policial destacou que os ratos roem os fios dos chicotes das viaturas, motos e carros. “O Governo pode resolver o problema, mas não faz porque não quer”, completou.

Ao final da audiência, o deputado Sargento Rodrigues apresentou requerimento para que seja convocado o comandante-geral da PMMG, Coronel Helbert Figueiró de Lourdes, para prestar esclarecimentos em audiência pública da Comissão de Segurança Pública, considerando sua ausência e a falta de envio de representante nas audiências realizadas em 22/8/2017, 29/8/2017, 12/9/2017 e na presente data de 3/10/2017, e requerimento para que seja realizada visita da Comissão de Segurança Pública à 6ª CIA, do 1º Batalhão da PMMG, para verificar o descumprimento da carga horária semanal de trabalho, contrariando o previsto na Lei Complementar nº 127, de 2013, bem como as condições insalubres de trabalho, entre elas as mínimas de higiene no local, com presença de roedores na Companhia, conforme denúncias realizadas nesta audiência.


Com viatura em péssimo estado policiais militares do norte de minas dão resposta a altura

20170929100341306733aParabéns aos nossos bravos policiais militares do destacamento de Capitão Enéas que responderam a altura a ação de criminosos na madrugada desta sexta feira, inclusive baleando um dos criminosos e prendendo-o em seguida.

Mas continuo afirmando, nossos policiais civis e militares em Minas Gerais precisam aproveitar melhor o princípio da oportunidade, este bandido amanhã poderá matar um cidadão trabalhador ou mesmo um policial.

Sendo assim no momento em que nossos policiais depararem com situação semelhante devem usando a legítima defesa própria ou de terceiros, atirar no meio da testa para não deixar dúvida.

Enquanto nossos policiais estão trabalhando em Capitão Enéas com uma viatura Pálio 2014, toda sucateada, o governador Fernando Pimentel do PT continua torrando o dinheiro público com a farra de vôos de helicóptero e aviões, sem falar dos 100 milhões com propaganda oficial.

Veja a reportagem aqui.


GOVERNO DO PT GASTA MILHÕES COM PROPAGANDA E SUCATEIA A SEGURANÇA, SAÚDE E EDUCAÇÃO

Na tarde desta quinta-feira, 28/9/2017, durante entrevista para o programa visão parlamentar da TV Assembleia, o deputado Sargento Rodrigues criticou o Governo do Estado em relação aos altos gastos com propaganda oficial, quando lembrou que foram aprovados R$100 milhões pelos deputados da base de governo.

“Estamos com o jornal Estado de Minas, do dia 27 de setembro, na página três e temos um quarto de página, valores que nossa comunicação entrou em contato com o jornal, somente esse anúncio é R$25 mil. Na data de hoje, com a mesma propaganda, na página sete, o jornal O Tempo, com a mesma dimensão, também traz um quarto de página. Isso, na propaganda, é um mundo de dinheiro que gasta. Não é pouco, ainda mais para todos os veículos de imprensa, seja radiofônico, televisivo e escrita, até sites de blogueiros o governo tem patrocinado”, criticou Sargento Rodrigues.

Ainda segundo o parlamentar, o governo do Estado ainda alega que não tem dinheiro para a melhorar a saúde e não repassa verbas para os hospitais filantrópicos, como também para aquisição de merenda das escolas estaduais e para o transporte escolar no interior de Minas, que são verbas obrigatórias previstas na constituição.

Em relação à segurança pública, o deputado informou que ele e seus assessores já percorreram mais de 230 municípios este ano e constaram que falta efetivo, radiocomunicadores, as viaturas estão em péssimo estado, os coletes e munições vencidas e o armamento obsoleto. “Muitas vezes faltam pneus novos e ocorre acidente com policiais, pois a viatura está com pneu careca. Os deputados da base de governo, do PT, PMDB, o chamado logo independente, todos eles aprovaram os 100 milhões de reais no orçamento para propaganda oficial. É por isso que o governo continua torrando dinheiro na propaganda, mas, na prática, o cidadão não está vendo essa segurança pública acontecer porque há, hoje, um decréscimo enorme nos efetivos da Polícia Civil e da Polícia Militar de Minas Gerais”, completou Rodrigues.

MAU USO DO DINHEIRO PÚBLICO

Ainda em sua entrevista, Sargento Rodrigues colocou o áudio do vídeo que um cidadão gravou sobre o uso do helicóptero pelo governador de Minas, Fernando Pimentel, do PT, que se deslocou do bairro Mangabeiras, da residência oficial do governo, até o Mineirão, na Pampulha, para assistir ao jogo do Cruzeiro.

“Estamos falando aqui do mau uso do dinheiro público. Recebemos um vídeo onde um cidadão, na madrugada de hoje, por volta de uma hora da manhã, disse: “Gente, olha só, quase uma hora da manhã e o helicóptero do senhor Pimentel está chegando depois do jogo do Mineirão. O cara foi ver o jogo no Mineirão, saiu aqui do Mangabeiras e foi para a Pampulha de helicóptero. É isso mesmo que vocês estão ouvindo. Pimentel corrupto, do PT, pegou o helicóptero, saiu do Mangabeiras para ir para a Pampulha para ver o jogo do Cruzeiro. Olha ele pousando lá no Mangabeiras. É difícil, né?”, explicou.

Veja o vídeo aqui.


POLICIAIS MILITARES RECEBEM HOMENAGEM DO DEPUTADO SARGENTO RODRIGUES NA ALMG 27/9/2017

22045790 1665074833565615 744512568151377842 nO deputado Sargento Rodrigues homenageou nesta quarta-feira, 27/9/2017, na Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, os policiais militares da 8ª e 17ª companhias do 34º Batalhão, que atuam na região noroeste de Belo Horizonte.

Os policiais militares receberam das mãos do parlamentar certificado de moção de aplausos pelo excelente trabalho desenvolvido na prisão dos autores do crime de roubo ocorrido em 29/8/2017, em quadra de futebol localizada no Bairro Castelo, em Belo Horizonte.

Segundo o deputado Sargento Rodrigues é um grande prazer receber os policiais militares na Comissão de Segurança Pública para a entrega da manifestação de aplausos, uma vez que os bravos policiais saem diariamente às ruas para combater o crime e promover a ordem e a paz social, colocando em risco a própria vida.

“Quando as guarnições da polícia militar que aqui foram homenageadas fazem esse trabalho perspicaz e atento no patrulhamento, elas não só prestam um serviço relevante quando prendem os criminosos em flagrante, mas evitam que dezenas de outros roubos a mão armada venham a acontecer”, afirmou o parlamentar. Os policiais que estavam presentes se mostraram lisonjeados com a homenagem e destacaram a importância do reconhecimento do trabalho.

Sargento Rodrigues também pediu um minuto de silêncio ao lembrar o caso do soldado da PM Herick Vieira da Silva, de 31 anos, que foi morto a tiros por bandidos no dia 21/9/2017, na cidade de Padre Paraíso, e do cabo da PM Fabrício Renato Vaneli, de 38 anos, baleado por assaltantes na cidade de Ilicínea, no dia 22/9/2017.

Ao encerrar a reunião, Rodrigues destacou, ainda, que essa homenagem é o reconhecimento do poder legislativo a essas pessoas, e que os policiais devem continuar firmes, patrulhando atentos, com inteligência e fazendo um trabalho preventivo, porque a sociedade espera isso. “O reconhecimento faz com que eles tenham mais ânimo e com que outras equipes possam se espelhar neles. Ter policiais motivados trabalhando com afinco para a população reflete diretamente na sociedade”, afirmou.

Fotos: Guilherme Bergamini/ALMG

Veja mais fotos aqui.


NOTÍCIAS IMPORTANTES