Governo Pimentel e seus aliados tentam desmobilizar a tropa, mas os servidores da segurança pública exigem o cumprimento dos seus direitos em manifestação

25446113 1772470352826062 8099165226625290385 nCerca de mil servidores da segurança pública realizaram manifestação na tarde desta quarta-feira, 20/12/2017, em frente ao Clube dos Oficiais da Polícia Militar de Minas Gerais (COPM), no bairro Prado, em Belo Horizonte.

Mesmo após tentativas do Governo de desmobilizar a tropa, fazendo com que o Presidente do COPM, Coronel Piccinini, desmarcasse a reunião e não cedesse o local, o Deputado Sargento Rodrigues, junto com os presidentes de outras associações e entidades de classe, mantiveram a mobilização.

Os servidores da segurança pública reivindicam o pagamento integral do 13º salário, a quitação dos salários no quinto dia útil, a reposição das perdas inflacionárias, o fim do sucateamento das forças de segurança pública, o pagamento dos 600 milhões desviados criminosamente do IPSM e o fim do sucateamento do Hospital da Polícia Civil, que está abandonado.

Após o ato em frente ao COPM, os companheiros de luta foram em passeata até a Praça da Liberdade, onde queimaram caixões com fotos do Governador do Estado e seus aliados.

“Quantas vezes for necessário, nós estaremos em praça pública manifestando. A luta não vai parar. Temos que exigir do governo a reposição das perdas salariais. Esse Governo é caloteiro profissional. A luta não termina aqui, a luta continua”, destacou o deputado Sargento Rodrigues.

Veja a galeria de fotos aqui.

NOTÍCIAS IMPORTANTES